Interferência da microbiota autóctone do queijo coalho sobre Staphylococcus coagulase positiva

Terezinha Feitosa Machado, Maria de Fátima Borges, Bruna de Castro Porto, Cívita Teixeira de Sousa, Francisco Edilson Moreno de Oliveira

Resumo


Níveis elevados de contaminantes microbiológicos, comumente encontrados em alimentos de origem animal e ambientes de processamento de alimentos, são aptos de impedir o crescimento de patógenos nestes produtos. Em alguns contextos onde bactérias ácido láticas (BAL) constituem a microbiota dominante, como nos produtos lácteos, Staphylococcus coagulase positiva (SCP) colonizam, persistem e produzem intoxicação alimentar. Com o objetivo de verificar a possível interferência da microbiota encontrada no queijo Coalho sobre a presença de SCP, 64 amostras provenientes de 16 laticínios foram submetidas a análises microbiológicas para determinar os níveis de microrganismos aeróbios mesófilos (MAM), BAL e SCP. Os resultados obtidos mostraram que a microbiota autóctone das amostras analisadas não gerou condições inadequadas ao crescimento, desenvolvimento e isolamento de SCP, uma vez que este patógeno foi detectado mesmo nas amostras que apresentaram altos níveis de contagens de MAM e BAL.


Palavras-chave


Segurança alimentar; Staphylococcus aureus; Bactérias produtoras de ácido lático

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.